Carros

Sistema start-stop: como funciona a função que “desliga” o motor no sinal?

Grande Coreia
Escrito por Grande Coreia

Você conhece o sistema start-stop? Desenvolvido para cumprir as metas de economia de combustível e redução de emissões de poluentes, as montadoras encontraram uma solução inusitada: desligar o motor quando o carro está parado.

Isso é resultado do start-stop, que deixa o sistema do veículo em estado de espera, religando quando o motorista retira o pé do freio ou pisa na embreagem. Quer conhecer mais sobre o funcionamento dessa novidade? Então acompanhe a leitura!

Como funciona o sistema start-stop?

Ao contrário do que alguns podem pensar, você não precisa desligar o contato da chave para ativar o dispositivo.

Ao parar o movimento do veículo por completo e sem desligar a chave da ignição, o sistema start-stop do carro percebe que aquela é uma parada rápida e interrompe o funcionamento das velas e a injeção de combustível no motor, sem interromper a central multimídia e outros acessórios.

Nos carros de câmbio automatizado que são equipados com o sistema start-stop, para ativar o funcionamento do dispositivo basta manter o pedal de freio pressionado até a parada total do veículo. Ao retirar o pé do freio, o carro liga novamente.

Para o start-stop ser ativado nos carros manuais, por outro lado, é necessário que o motorista coloque o câmbio no neutro e que a embreagem não esteja pressionada. Ao soltar o freio ou pisar na embreagem, o motor volta a funcionar instantaneamente.

Vale lembrar que existem alguns parâmetros para o funcionamento do sistema start-stop. Se o motor ainda estiver frio, o sistema não vai funcionar, já que religar o carro enquanto o motor estiver fora da temperatura ideal gasta mais combustível.

Além disso, para manter a temperatura do motor ou responder ao ar-condicionado ligado, o carro poderá religar automaticamente após um longo período parado, mesmo que o motorista esteja com o pé no pedal do freio.

Quais cuidados ter com o veículo equipado com o sistema start-stop?

Os carros com sistema start-stop, em especial o motor e seus componentes, foram especialmente projetados para suportar um grande número de partidas.

Peças como válvulas, velas, injetores, bomba de combustível e outras, por permanecerem menos tempo em funcionamento, terão vida útil ampliada em comparação aos carros normais.

Apesar disso, a manutenção do veículo pode ser mais onerosa para o dono do carro caso não seja feita de forma preventiva. Não seguir as revisões programadas e fazer as trocas apenas quando ocorrer algum problema pode aumentar mais ainda o custo, visto que isso pode danificar todo o sistema de ignição.

Como fica o consumo de bateria do carro com o sistema start-stop?

Os automóveis equipados com start-stop utilizam, além da mecânica básica, um tipo de bateria diferente, produzida especialmente para suportar uma quantidade maior de partidas do motor.

Devido a isso, ela tem um custo mais alto de comercialização, que pode variar de acordo com a especificação de cada veículo. Em termos de números, uma bateria comum custa em torno de R$ 300, enquanto uma bateria especial para start-stop gira em torno de R$ 1.200.

Apesar da grande diferença no preço, as montadoras garantem que as baterias especiais são diferentes também na vida útil: têm duração 3x maior do que a convencional.

E então, aprovou nosso post sobre o sistema start-stop? Se sim, compartilhe este artigo nas redes sociais e ajude seus amigos a conhecer mais sobre o funcionamento dessa nova tecnologia!

 

Sobre o autor

Grande Coreia

Grande Coreia

Deixar comentário.

Share This